Editorial: quatro anos de Jornal Dois 

O Balanço, a reformulação e o compromisso com a população bauruense

Publicado em 27 de novembro de 2021

(Colagem: Letícia Sartori/Jornal Dois sob fotos do Jornal Dois)
Da redação

Há quatro anos uma equipe múltipla de jornalistas, designers, produtores audiovisuais e trabalhadores da comunicação atuam em Bauru pelo Jornal Dois. Ao longo deste período mais de 30 pessoas passaram pela equipe do jornal, de maneira fixa ou como colaboradores esporádicos, mas sempre mantendo o foco no princípio editorial que norteia o J2 desde o início: “trabalhar para o aprofundamento do debate público na cidade de Bauru”.

Tornar esta proposta algo concreto e material é parte de um compromisso contínuo, hoje levado adiante por sete pessoas, por meio de uma constante produção de conteúdo em diferentes linguagens como vídeos, textos, boletins e galerias de fotos.

As reuniões semanais e o conteúdo quase que diário do jornal demonstram o comprometimento da equipe com a população bauruense, que apoia e é também responsável pela resistência do J2 desde o início da construção de uma nova mídia radical no interior paulista.

Neste sábado, 27 de novembro, data do aniversário oficial do Jornal Dois, reiteramos o comprometimento com o jornalismo independente. E ao completarmos 4 anos de vida, também escolhemos enfrentar novos desafios.

Nos últimos meses, devido ao surgimento de demandas diversas, nossa equipe foi reduzida. E embora a atual conjuntura possa desencadear um desânimo generalizado, é no jornalismo independente que se encontra a possibilidade de pensar e conceber novas formas de atuar combativamente por meio da comunicação.

O Jornal Dois passou por diversas reformulações ao longo dos últimos anos e em 2021 não seria diferente. Para voltarmos em 2022 com o fôlego e a capacidade de criação necessária, informamos a todos que iremos diminuir o ritmo da produção de conteúdos do jornal nesta reta final do ano.

 

(Colagem: Letícia Sartori/Jornal Dois sob fotos do Jornal Dois)

Com o acirramento dos problemas sociais, econômicos e políticos do país nos últimos anos, culminando no governo Bolsonaro e na pandemia da Covid-19, o Jornal Dois buscou a todo o momento manter-se fiel à radicalidade de nossa motivação inicial. Discutir a realidade local sob a ótica de uma mídia independente, comprometida com as classes populares e os reais problemas bauruenses.

Encaramos a comunicação como um campo de produção de conhecimento que exige rigor, qualidade e, acima de tudo, objetividade. Mas isso não significa que nós produzimos um jornalismo neutro, imparcial e isento, já que essas ideias não existem e muito menos fazem sentido em um mundo marcado pela desigualdade.

Nosso trabalho enquanto comunicadores é buscar a objetividade a partir das relações sociais e dos contextos; dos processos econômicos, raciais e culturais que regem a sociedade bauruense. Nessa busca, o diálogo, a participação e o constante aprendizado da equipe com os diferentes núcleos e grupos sociais da cidade são indispensáveis.

(Colagem: Letícia Sartori/Jornal Dois sob fotos do Jornal Dois)

Buscar a objetividade é também não deixar margem para o sensacionalismo midiático ou vendar os olhos para a violência da luta de classes em nosso país e município.

Em quatro anos de existência, discutimos como a fome voltou a assolar Bauru, desde a alta do preço dos alimentos até o impacto em pessoas em situação de rua. Produzimos boletins semanais sobre a pandemia na cidade, e discutimos as consequências das restrições e da recessão econômica para trabalhadores da cultura, da educação, da saúde e tantas outras áreas.

Estivemos presentes em atos pela Rui Barbosa, na Nações Unidas e Getúlio Vargas. Viajamos para Avaí e também para Brasília, acompanhando a maior manifestação indígena da história da redemocratização do país. Cobrimos manifestações e encontros culturais nos mais diversos bairros, vilas, ocupações e assentamentos 014.

2022 será um ano histórico para o país, de incertezas em relação à pandemia, às eleições presidenciais e estaduais e às perspectivas de atos e manifestações por todo o Brasil. 

Mas para além de contextos e eventos nacionais, Bauru se constrói e reconstrói a cada momento, e o próximo ano traz consigo importantes marcos municipais, como a 10ª semana do Hip Hop de Bauru.

Neste aniversário, a equipe do Jornal Dois mantém seu compromisso em estar nas ruas, esquinas e vielas deste território 014. Para isso, contamos com o apoio de vocês nesse momento de respiro e reformulação!

(Colagem: Letícia Sartori/Jornal Dois sob fotos do Jornal Dois)
Acredita no nosso trabalho?         
Precisamos do seu apoio para seguir firme.    
Contribua  a partir de 10 reais por mês. 

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.