“Vivem com medo da gente”: trabalho informal e vulnerabilidade na pandemia

Vendedores ambulantes, Dona Maria e Leandro relatam que a clientela diminuiu por conta do vírus e temem ficar sem renda; ao J2, contam suas histórias de vida e alternativas encontradas para tentar sobreviver à covid-19 nas ruas de Bauru

Publicado em 15 de março de 2021

Dona Maria Aparecida vende cocada, água, máscaras e itens de proteção contra a covid-19 (Foto: Victória Ribeiro em colaboração para o J2)
Por Victória Ribeiro
Revisão de Camila Araujo e edição de Bibiana Garrido

Dona Maria Aparecida, conhecida por muitos como Maria da Cocada, de 65 anos, trabalha há 30 anos como vendedora ambulante na cidade de Bauru. Acorda às 7h e às 9h, pontualmente, está em sua barraca organizando águas, cocadas, máscaras e panos de prato, produtos que serão vendidos ao longo do dia. Essa é sua rotina diária, exceto aos domingos, quando o comércio da cidade não abre.

“Olha a água, olha a cocada”, grita Dona Maria, para atrair consumidores que passam pela sua barraca, localizada na Praça Dom Pedro II, ao lado do prédio da Câmara Municipal. A vendedora conta que quando começou a trabalhar tinha apenas uma carriola, com a qual enfrentava longas caminhadas vendendo cocadas. Hoje possui endereço fixo e uma “barraquinha”, que diz ter sido conquistada com muito esforço. Apesar de ter seu ponto, ela conta que tem se deslocado pelos semáforos da região, localizados na Avenida Rodrigues Alves e na Rua Azarias Leite, para tentar reverter a diminuição de vendas ocasionada pela pandemia. 

A vendedora pertence ao grupo de trabalhadores informais e autônomos que não possuem condições materiais de cumprir o isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, a categoria representa 39,1% do mercado de trabalho, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em janeiro deste ano. No trimestre anterior, a taxa era um por cento menor (38,1%). Essa diferença, de acordo com Adriana Beringuy, analista da pesquisa, se deve principalmente ao aumento das taxas de desemprego, que leva as pessoas a recorrerem à informalidade. 

“A gente tem vivido com o medo do comércio fechar”

“Antes eu vendia oito fardos de água por dia. Agora, se eu vendo dois fardos é muito”, lamenta Dona Maria. Ela conta que as pessoas “mudaram muito por conta do medo de pegar a doença” e que não compram suas mercadorias como antes. Vender máscaras e itens de proteção contra o coronavírus foi uma das alternativas encontradas pela trabalhadora.

Com a diminuição nas vendas, Dona Maria fala sobre a impossibilidade de ficar em casa. “Nunca deixei de trabalhar, precisei me manter aqui até em dias de chuva, para ver se conseguia vender alguma coisa e colocar comida na mesa”, desabafa. “A gente tem vivido com o medo do comércio fechar e os clientes vivem com medo da gente”.

Dona Maria, que faz parte do grupo de risco, não sabia que o comércio já deveria estar fechado quando conversou com a reportagem do Jornal Dois, em 27 de fevereiro. A cidade que, no período, estava na fase vermelha do Plano São Paulo de combate ao coronavírus desde o dia 25 de janeiro, passou a cumprir as normas legais de restrição depois de uma disputa judicial entre a prefeitura e o Governo de São Paulo, no dia 10 de fevereiro. Mesmo assim, o cenário em Bauru é outro. A fase emergencial, mais restritiva, foi decretada pelo governador João Doria (PSDB) na última quinta, 11 de março, e começa a valer em todo o estado nesta segunda, 15.

“Que situação a gente ficou… não tinha uma alma viva [quando o comércio fechou pela primeira vez]. E se acontecer de novo, nós vamos vender para quem? Como vou vender tudo isso?” questiona Dona Maria, apontando para as mercadorias.

Leandro Pereira vende paçocas usando fantasias para tentar atrair consumidores (Foto: Victória Ribeiro em colaboração para o J2)

Há três quilômetros dali, Leandro Pereira, de 32 anos, vende paçocas há quatro anos. Nascido em Cerqueira César, interior de São Paulo, Leandro é mais um brasileiro que saiu de sua cidade natal em busca de trabalho. Ele conta que viveu cinco meses em situação de rua, até iniciar suas vendas.

Assim como Dona Maria, Leandro comenta que suas vendas diminuíram. Uma das alternativas que o vendedor encontrou foi se fantasiar. Vestindo roupas de personagens como Power Rangers e Chapolin Colorado, Leandro trabalha diariamente sob calor de 30 graus e tráfego intenso, no semáforo da Avenida Nações Unidas com a Rua Marcondes Salgado, na tentativa de aproximar as pessoas e vender suas mercadorias. O vendedor diz ter medo, mas comenta que “parar de trabalhar nunca pôde ser uma opção”. E questiona: “Se eu não trabalhar, como é que vou sobreviver? Quem vai colocar comida na minha mesa, matar minha sede, e pagar meu aluguel?”.

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Contínua), a taxa de desemprego no Brasil é de 13,5%, o que corresponde a cerca de 13,4 milhões de pessoas. A taxa, segundo o IBGE, é a maior registrada desde o início da série histórica em 2012.  Em Bauru, como aponta matéria publicada pelo Jornal Dois em setembro de 2020, o saldo foi negativo já nos primeiros quatro meses da pandemia. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), vinculado ao Ministério da Economia, foram 18.854 trabalhadores demitidos entre os períodos de março e julho de 2020. A cidade não possui dados quantitativos de trabalhadores e trabalhadoras informais atuantes no município. Em nota ao J2, a prefeitura afirmou que “o aumento desse tipo de trabalho durante a pandemia é perceptível”.  

Aposentadoria 

A barraquinha de Dona Maria estampa um sonho: conhecer Eliana, apresentadora da emissora de televisão SBT. Mas segundo ela, o maior desejo ainda é conseguir se aposentar. Trabalhando há três décadas nas ruas de Bauru, e com dores nas pernas, a idosa fala sobre querer se cuidar, e que “uma diminuição nas horas de trabalho já seria suficiente”. Mas, diz que ainda não vê esse cenário se aproximando. 

O vendedor Leandro Pereira pontua o mesmo que Maria sobre não ter condições de contribuir com os impostos e conquistar seus benefícios. “Com o tanto que ganho, não consigo. Preciso pensar nas urgências, no aluguel que tenho pra pagar, na comida que preciso comprar”, afirma. Apesar disso, ele diz que “vontade não falta”. 

Assim como Dona Maria, Leandro percebeu uma diminuição nas vendas na pandemia (Foto: Victória Ribeiro em colaboração para o J2)

A situação de “Maria da Cocada” e Leandro Pereira é “igual a de muitos brasileiros”, segundo Angela Maria Carneiro Araújo, cientista social especializada em sociologia do trabalho. Essa realidade, de acordo com ela, se deve a “taxas de contribuição previdenciária e a burocracias envolvidas no processo de formalização do trabalho”. 

Além da aposentadoria, trabalhadores em empregos formais e com carteira assinada conseguem acessar outros direitos, como licença maternidade, 13º salário, férias, vale-alimentação, vale-transporte, auxílio-reclusão, auxílio-doença, pensão por morte e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

Para entender mais sobre a dinâmica local e as políticas públicas municipais para trabalhadores informais, o Jornal Dois entrou em contato com a Sedecon (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Renda), que preferiu não conceder entrevista. Tatiana Rodrigues, diretora do Departamento de Relações do Trabalho, Emprego e Turismo, afirmou, em nota, que Bauru possui a Secretaria do Bem Estar Social (Sebes) atuando na “indução ao empreendedorismo com o fim de superar as vulnerabilidades locais”, e a Casa do Empreendedor – sendo esta focada em incentivar a formalização e acompanhar microempreendedores individuais formalizados e informais.

Para Angela, que também é professora doutora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, o incentivo ao microempreendedorismo individual não altera as condições de trabalho efetivamente.

“Ser microempreendedor é uma política social que não supera a precarização do trabalho. O que vem acontecendo é que as empresas demitem trabalhadores e pedem para estes se vinculem ao MEI, e sem pagar direitos, gastam menos do que gastariam com uma formalização CLT, o que acaba por se configurar como um tipo de precarização, onde os trabalhadores ganham pouco e ainda arcam com os impostos”. E acrescenta: “Pessoas pobres dificilmente conseguem fazer isso. A coisa do empreendedorismo é um convite às pessoas desempregadas a se aventurarem em empreender. É uma visão neoliberal, individualista, dizendo “faça você mesmo” para uma quantidade de pessoas que não têm mais opção”.

“Desigualdades interconectadas”

Angela comenta que o trabalho informal aponta desigualdades que se acentuam no período em que vivemos, revelando a perversidade por trás do mundo do trabalho. “A informalidade demarca não apenas as desigualdades pré-existentes ao nascimento. Existe um lastro de desigualdades interconectadas e que se agravam muito durante um período de crise como esse”.

No Brasil, a desigualdade de renda do trabalho bateu recorde no segundo trimestre de 2020 – pesquisa “Efeitos da pandemia sobre o mercado de trabalho brasileiro”, publicado pelo FGV Social (Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas). De acordo com Marcelo Neri, condutor do estudo, isso se deve às movimentações do mercado de trabalho, como elevação do desemprego e aumento da informalidade. Segundo ele, essa desigualdade começou a cair em meados de 2019, mas o contexto da pandemia a impulsionou novamente.

A necessidade de fazer um recorte de raça e gênero é lembrada por Angela por serem desigualdades que se acentuam com o aumento da informalidade. A PNAD Contínua mostra que pessoas negras e pardas possuem as maiores taxas de desocupação e informalidade, sendo que dessas, a maioria são mulheres.

No terceiro semestre de 2020, segundo a pesquisa, a taxa de desocupação foi de 12,8% para homens e 16,8% para mulheres. A taxa dos que se declararam brancos foi de 11,8%, enquanto a taxa de pessoas negras ficou em 19,1%. 

O auxílio emergencial, instituído em abril de 2020, foi uma forma de 68 milhões de pessoas conseguirem alguma renda. A distribuição do benefício, renovada em 2021, garante a “sobrevivência de uma parcela significativa da população”, comenta Angela, além de aumentar patamares de produção e consumo. “A coisa mais importante para se manter uma população como a nossa, que tem uma grande parcela de pessoas pobres e em condições desumanas de trabalho, é um programa de renda mínima. Onde se tem políticas sociais como essa ou como política de moradia, tudo melhora, mas hoje não se tem mais políticas efetivas nessa direção”, afirma.

A cientista reflete que a discussão em torno do trabalho informal é política e humanitária. E elenca políticas públicas que poderiam reverter esse cenário de violação de direitos, como a renda mínima, a garantia à moradia e a educação. “Hoje, a gente tem uma educação desigual. Um colégio no centro da cidade tem uma qualidade, na periferia é outra, o que amplia as desigualdades. A educação precisa se tornar efetiva. E precisa ser efetiva em um sentido que crie igualdade de oportunidades”.

Acredita no nosso trabalho?         
Precisamos do seu apoio para seguir firme.    
Contribua  a partir de 10 reais por mês. 

Comments

  1. I wish to show my thanks to you for rescuing me from such a setting. Because of looking throughout the world wide web and getting solutions which were not beneficial, I believed my life was done. Being alive devoid of the strategies to the issues you have resolved through your main post is a crucial case, as well as those that might have in a negative way damaged my entire career if I hadn’t encountered the blog. The expertise and kindness in touching all the stuff was very useful. I don’t know what I would’ve done if I hadn’t come across such a point like this. I can also now look forward to my future. Thanks a lot very much for this impressive and sensible help. I won’t hesitate to endorse your site to anybody who wants and needs direction about this problem.

  2. Thank you for your own efforts on this web site. Kate loves making time for internet research and it is easy to see why. All of us know all concerning the powerful tactic you make valuable tips and tricks through this blog and as well as attract participation from website visitors on the content while our favorite child is in fact being taught a great deal. Have fun with the remaining portion of the year. Your conducting a very good job.

  3. I enjoy you because of all of the efforts on this site. Debby really loves participating in internet research and it’s easy to understand why. My partner and i know all concerning the dynamic medium you make practical tips and tricks through your website and as well cause participation from other ones on the area of interest while our own child is undoubtedly learning so much. Have fun with the remaining portion of the new year. You’re the one performing a tremendous job.

  4. A lot of thanks for your whole work on this site. My mum delights in carrying out internet research and it’s easy to see why. I hear all concerning the compelling means you deliver advantageous tips on the web blog and improve response from people on that concern and our favorite girl is always starting to learn a lot. Take advantage of the rest of the new year. You have been conducting a remarkable job.

  5. My spouse and i got quite cheerful when Michael managed to finish up his investigations with the ideas he made out of the web pages. It’s not at all simplistic just to choose to be giving freely thoughts which often most people might have been selling. And now we do know we now have the website owner to be grateful to for that. Most of the explanations you made, the easy blog navigation, the relationships you help engender – it’s got everything sensational, and it is assisting our son in addition to us do think that matter is exciting, which is certainly exceptionally essential. Many thanks for everything!

  6. I’m writing to make you know what a extraordinary discovery my friend’s princess went through using your blog. She mastered too many things, with the inclusion of what it’s like to possess a great teaching style to have the rest really easily comprehend specified tricky topics. You actually exceeded readers’ expectations. Thank you for distributing the essential, dependable, explanatory and fun guidance on your topic to Emily.

  7. Thanks for each of your efforts on this blog. Kate loves doing research and it is easy to understand why. My spouse and i hear all regarding the dynamic mode you create advantageous tips and hints via your blog and even attract response from other ones on that matter and our own simple princess is undoubtedly becoming educated a lot. Take pleasure in the rest of the new year. You are conducting a remarkable job.

  8. I wish to show thanks to you for rescuing me from such a incident. Right after browsing throughout the internet and meeting concepts which are not productive, I figured my entire life was gone. Being alive without the strategies to the issues you have sorted out through your article is a crucial case, as well as the ones that could have badly affected my career if I had not come across your blog post. Your understanding and kindness in controlling all the stuff was very useful. I’m not sure what I would’ve done if I had not encountered such a thing like this. It’s possible to at this moment relish my future. Thanks for your time so much for your expert and amazing help. I won’t be reluctant to recommend your blog post to anyone who needs counselling on this matter.

  9. I want to show my appreciation to you for bailing me out of this particular matter. As a result of looking out through the world-wide-web and coming across ideas which were not powerful, I was thinking my life was over. Existing devoid of the solutions to the difficulties you’ve fixed by way of your posting is a critical case, as well as the kind which might have in a negative way damaged my career if I hadn’t come across your web blog. Your primary talents and kindness in dealing with a lot of things was excellent. I don’t know what I would’ve done if I hadn’t encountered such a point like this. It’s possible to now look forward to my future. Thanks for your time very much for the reliable and sensible guide. I won’t be reluctant to suggest your web site to any person who wants and needs recommendations on this issue.

  10. I precisely needed to thank you very much once more. I’m not certain the things I could possibly have used in the absence of the actual opinions discussed by you about this question. It truly was a very difficult setting for me, but seeing your skilled avenue you dealt with it took me to leap for fulfillment. I’m just happy for the guidance and even wish you realize what an amazing job that you’re putting in educating many people via your webblog. Most likely you have never come across all of us.

  11. I just wanted to type a brief word so as to say thanks to you for all the superb suggestions you are posting on this website. My extensive internet look up has at the end been recognized with brilliant facts and techniques to talk about with my co-workers. I ‘d suppose that we site visitors are undeniably lucky to live in a good place with many lovely people with insightful ideas. I feel quite lucky to have encountered your entire website page and look forward to tons of more thrilling times reading here. Thanks again for everything.

  12. I wish to show some thanks to the writer for bailing me out of this challenge. Just after researching through the internet and getting notions which were not helpful, I assumed my life was over. Living minus the strategies to the problems you have solved all through your main article content is a critical case, as well as the kind that would have in a wrong way damaged my entire career if I had not encountered your site. Your main mastery and kindness in touching the whole thing was useful. I don’t know what I would’ve done if I hadn’t encountered such a subject like this. I can at this point look ahead to my future. Thanks so much for the expert and result oriented help. I will not think twice to suggest the blog to any person who wants and needs guide about this topic.

  13. I truly wanted to develop a small comment to express gratitude to you for some of the marvelous advice you are writing here. My particularly long internet lookup has at the end been compensated with high-quality strategies to go over with my good friends. I ‘d assume that many of us site visitors actually are very much endowed to live in a remarkable website with many marvellous people with insightful tricks. I feel extremely lucky to have used the weblog and look forward to many more cool times reading here. Thanks once more for all the details.

  14. Thank you a lot for providing individuals with an extraordinarily special possiblity to read in detail from this website. It can be so amazing and jam-packed with a great time for me and my office co-workers to search your web site really three times in a week to see the fresh stuff you have. Not to mention, I am also always impressed with all the stunning creative concepts served by you. Certain 3 tips in this article are undoubtedly the best I’ve ever had.

  15. I must show my admiration for your kind-heartedness for men and women who have the need for guidance on this important theme. Your very own commitment to passing the message up and down has been quite invaluable and have specifically empowered women like me to achieve their ambitions. Your entire invaluable guidelines denotes a whole lot a person like me and somewhat more to my peers. Thanks a lot; from everyone of us.

  16. My spouse and i have been now joyful Peter managed to conclude his studies through your ideas he received out of the site. It’s not at all simplistic to just always be releasing tips and hints men and women could have been trying to sell. We know we have got the writer to appreciate because of that. The specific illustrations you have made, the straightforward blog menu, the friendships you make it possible to engender – it’s most astonishing, and it’s really aiding our son and the family believe that the article is amusing, and that’s tremendously mandatory. Thanks for the whole lot!

  17. Thanks a lot for giving everyone a very remarkable chance to read from here. It really is so pleasant and full of a great time for me personally and my office colleagues to search your blog particularly 3 times a week to read through the new things you will have. And of course, I am also actually astounded for the superb solutions you serve. Selected 4 facts in this post are truly the most suitable I have had.

  18. I in addition to my buddies were found to be analyzing the excellent guides found on your site and so all of a sudden developed a terrible feeling I had not expressed respect to the site owner for them. These young boys are actually as a result glad to study them and have in fact been making the most of those things. Thank you for being well kind and for considering these kinds of brilliant resources millions of individuals are really desirous to learn about. My very own sincere apologies for not expressing appreciation to earlier.

  19. I wanted to write you that bit of note to finally give thanks once again with the beautiful basics you’ve featured in this case. This is shockingly open-handed with people like you to supply publicly precisely what many people would have marketed as an electronic book to make some dough for themselves, mostly now that you might well have tried it if you considered necessary. The tips additionally acted as the easy way to comprehend other people have similar eagerness much like my very own to realize somewhat more in respect of this condition. I think there are several more enjoyable situations ahead for individuals that read your site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.