Trailer Literário: Antônio Pedroso investiga vida e morte do guerrilheiro bauruense Márcio Leite

Nascido em Bauru, Márcio foi guerrilheiro da Ação Libertadora Nacional; no livro, Pedroso resgata o responsável pela morte do militante, até então desconhecido

Publicado em 8 de julho de 2021

Redação
Meses depois do assassinato do líder comunista Carlos Marighella, Márcio Leite de Toledo retornava de um treinamento de guerrilha em Cuba e passaria a integrar o comando nacional da ALN (Ação Libertadora Nacional), em 1970. A organização combatia a Ditadura Militar por meio da luta armada.
 
No livro “Márcio, o guerrilheiro”, o historiador Antônio Pedroso Júnior resolve um mistério que até então rondava a morte do militante: afinal, quem foi responsável pela morte de Márcio, em meados de 1971?
 
Filho do fundador da ITE (Instituição Toledo de Ensino), Márcio é mineiro, e passou toda a infância, juventude e começo da vida adulta em Bauru. Em mais um trabalho lançando luz sobre o período ditatorial brasileiro, Pedroso traz uma extensa pesquisa documental, bibliográfica e com entrevistas para esclarecer pontos desse período histórico brasileiro.
 
Com uma série de entrevistas o Jornal Dois homenageia o trabalho de Antônio Pedroso Júnior, morto em 28 de junho vítima de um infarto.
 
O projeto “Histórias e lutas bauruenses nos livros de Antônio Pedroso Júnior” foi realizado com recursos da Lei Federal n.º 14.017/2020 – Lei Aldir Blanc, por meio do Edital Ações de Difusão Cultural de Bauru – Lei Aldir Blanc.
Acredita no nosso trabalho?         
Precisamos do seu apoio para seguir firme.    
Contribua  a partir de 10 reais por mês. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.