Justiça manda despejar famílias de agricultores de assentamento do MST em Gália

Em meio à pandemia do coronavírus, decisão dá prazo de 120 dias para produtores rurais deixarem o local; assentamento, que já tinha sido homologado pelo INCRA, produz alimentos orgânicos e possui experiência com agroecologia; ex-proprietário da terra, o industrial Ivan Cassaro reverteu na Justiça desapropriação de fazenda

Publicado em 19 de maio de 2020

Em quase oito anos de trabalho, as famílias de assentados transformaram uma terra vazia e improdutiva (Foto: Assentamento Luiz Beltrame)
Por Lucas Mendes

Uma decisão da Justiça pode desalojar 17 famílias que vivem no Assentamento Luiz Beltrame, na cidade de Gália (a 60 km de Bauru), em meio à pandemia do novo coronavírus. 

O prazo para desocupação da área é de 120 dias, a serem contados a partir do dia 24 de abril, data da publicação da decisão no Diário da Justiça.

Coordenado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), o assentamento é alvo de uma batalha judicial envolvendo as famílias de produtores rurais e o ex-proprietário da terra, o empresário e industrial jauense Jorge Ivan Cassaro.

Cerca de 60 pessoas podem ser afetadas com o despejo – 21 delas menores de idade.

Em março de 2019 o Jornal Dois produziu uma vídeo reportagem sobre o Assentamento Luiz Beltrame e a ameaça de remoção

Caso se confirme a desocupação elas terão que abandonar suas moradias até o final de agosto, num momento em que a recomendação do Governo de São Paulo é para que as pessoas fiquem em casa para evitar a disseminação do coronavírus. 

O Brasil já o terceiro país com mais registros da covid-19 no mundo, com 254.220 casos, e o sexto país em número de mortos pela doença causada pelo novo coronavírus – 16.792 óbitos registrados na segunda-feira (18). O estado de São Paulo é o epicentro da pandemia no país.

Produção orgânica e agroecológica

Criado em outubro de 2013, o Assentamento Luiz Beltrame abriga 77 famílias de produtores rurais nas áreas que pertenciam a duas propriedades: a Fazenda Portal do Paraíso, desapropriada por crime ambiental, e a Fazenda Santa Fé (Recreio Gleba 3), desapropriada por improdutividade. As duas fazendas são vizinhas e se localizam entre os municípios de Gália e Ubirajara.

Na Fazenda Santa Fé, a que está em disputa judicial, ficaram 17 famílias. As demais ficaram na área da Fazenda Portal do Paraíso.

Em sete anos de existência, as famílias do Assentamento Luiz Beltrame conseguiram trabalhar o solo para produzir alimentos e desenvolver o assentamento, deixando os abrigos de lona ou madeira e passando a investir na construção de casas de alvenaria.

“A mandioca para indústria é o carro-chefe, o principal. Em torno de 2000 toneladas por ano de mandioca saem dessa terra”, estima Márcio José, membro da direção estadual do MST e morador do Luiz Beltrame.

O trabalho das famílias e do MST recuperou um solo que foi considerado "improdutivo" e de "qualidade paupérrima", segundo laudo usado pela Justiça (Foto: Assentamento Luiz Beltrame)

De acordo com dados do MST para a safra de 2018, o assentamento produziu e comercializou 100 cabeças de gado, 300 toneladas de mandioca pré-cozida, 5 mil caixas de maracujá, 200 sacas de feijão orgânico, 50 mil dúzias de milho verde, 2 mil caixas de quiabo, 8 mil toneladas de manga, entre outros produtos hortifrutigranjeiros, como mamão, manga, cítricos, banana.

Durante o processo de desapropriação da Fazenda Santa Fé, um laudo feito por um engenheiro agrônomo demonstrou que o solo estava em condição frágil de nutrientes e com alta possibilidade de erosão, o que inviabilizaria o plantio de culturas tradicionais. O laudo foi usado pela Justiça nas sentenças que anularam a desapropriação e embasaram a remoção das famílias.

A produção do assentamento gera renda suficiente para a sobrevivência das famílias e para empregar pessoas das cidades vizinhas, como Gália e Ubirajara, principalmente na época do plantio e da “ranca” da mandioca.

Toda semana a produção do assentamento é comercializada nas cidades de Bauru e Marília, em cestas com alimentos orgânicos (Fotos: Assentamento Luiz Beltrame e Cultura Agroecológica)

O impacto do Luiz Beltrame na região levou à aprovação, em março de 2019, de duas moções pela Câmara Municipal de Gália, uma de aplausos ao INCRA, pelo papel “fundamental” desempenhado no assentamento Luiz Beltrame, e outra de apoio às 17 famílias, assinalando que a câmara “se solidariza com a situação vivenciada por esses cidadãos”. As moções foram apresentadas pelo vereador Rinaldo Pinheiro de Carvalho (PSL).

Há cerca de três anos os assentados expandiram seus canais de negócio para Bauru e Marília, as duas maiores cidades da região. Começaram a comercializar cestas de produtos orgânicos para sustento das famílias assentadas, a partir da experiência com a agroecologia – formato de produção baseada na sustentabilidade ambiental que procura a menor dependência possível de agrotóxicos e outros insumos.

“Essa produção quebra o argumento de que a terra era inválida e improdutiva para agricultura”, cita Márcio. 

Vídeo do Jornal Dois sobre a produção de alimentos orgânicos, sem agrotóxicos e com o uso cada vez maior do modelo de agrofloresta no Assentamento Luiz Beltrame

São produzidas semanalmente em torno de 50 cestas agroecológicas com até 11 itens de alimentos orgânicos – com frutas, legumes e verduras. As cestas são comercializadas com a população das duas cidades em parceria com entidades locais, como a Apeoesp Bauru e a Unesp Marília. 

“É um assentamento altamente viável do ponto de vista econômico e do ponto de vista social. Isso quer dizer que o despejo das famílias é um retrocesso não só na política de reforma agrária mas um retrocesso da situação socioeconômica do município”, defende Márcio.

Terra para quem precisa

A criação do Assentamento Luiz Beltrame foi fruto da organização de trabalhadores em torno do MST para reivindicar a reforma agrária – instrumento previsto por lei para redistribuição de terra visando combater a posse de grandes extensões de propriedades rurais nas mãos de poucas pessoas. 

Países como o Brasil se desenvolveram usando a grande propriedade rural como modelo econômico do campo, o chamado latifúndio. Uma das primeiras tentativas para regulamentar a posse no país, a Lei de Terras, de 1850, foi formatada levando-se em conta os interesses de grandes latifundiários. 

A Constituição do Brasil de 1988 prevê a desapropriação de terras para fins de reforma agrária para os casos de imóveis rurais que não estejam cumprindo sua função social. Para todos os casos de desapropriação os antigos donos são indenizados.

O Brasil nunca realizou uma reforma agrária estrutural, com ampla distribuição de terras. Apesar disso, mais de 1 milhão de famílias foram assentadas nos governos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), entre 1995 e 2010, na maior distribuição de terras da história brasileira.

Adsel Luiz Garuzi conta que suspendeu as melhorias que tinha planejado para seu lote, devido à incerteza sobre o futuro do assentamento (Foto: Tauan Mateus)

Com o governo Dilma Rousseff teve início uma diminuição. Nos seus seis anos de mandato foram assentadas 135 mil famílias. De acordo com dados do INCRA, 1,34 milhão de famílias foram assentadas em todo Brasil desde a criação da autarquia, em 1970. 

Foi depois do impeachment, com o governo Michel Temer (PMDB), que a reforma agrária zerou a distribuição de terras no Brasil, numa paralisação que continua no atual governo.

No terceiro dia do mandato de Jair Bolsonaro, em 2019, a reforma agrária foi suspensa por tempo indeterminado. A repercussão da medida foi ruim, e o governo recuou. Mas quase três meses depois, voltou a suspender.

No final de fevereiro, um decreto de Bolsonaro mudou a estrutura e as competências do INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), autarquia do Governo Federal. O instituto perdeu o poder sobre formulação da política agrária, destinação de terras públicas e seleção de famílias para a reforma agrária, que passou a fazer parte do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Lula assinou os decretos

Parte do processo de luta pela reforma agrária e depois da pressão dos trabalhadores organizados pelo MST, em 2010 o INCRA foi autorizado a promover a desapropriação das fazendas Portal do Paraíso e Santa Fé.

Os decretos declarando o interesse social para fins de reforma agrári das áreas que formariam o Luiz Beltrame foram assinados pelo então presidente Lula e publicados no Diário Oficial da União (DOU) em junho e julho de 2010. O processo administrativo para desapropriação tinha se iniciado no ano anterior.

Em 31 de outubro de 2013 foi criado oficialmente o Projeto de Assentamento Luiz Beltrame, por meio da portaria nº 19 do INCRA, que homologou o assentamento.

Trecho da portaria do INCRA que homologou o assentamento Luiz Beltrame, publicada no Diário Oficial da União

Essa portaria determinou algumas providências na área, como a inclusão das famílias no Cadastro Único para viabilizar o acesso a programas assistenciais, a formalização do fornecimento de energia elétrica e a elaboração de um Plano de Desenvolvimento para o acesso ao Programa Nacional da Agricultura Familiar (PRONAF).

Vai e vem na Justiça

Ainda em 2009 o agora ex-proprietário da Fazenda Santa Fé, Ivan Cassaro, entrou na Justiça com uma ação que pretendia declarar que sua terra era produtiva e tinha função social, para impedir a desapropriação. 

Em 2012 o INCRA também entrou na Justiça com uma ação para garantir a desapropriação. As duas ações tramitaram na 3ª Vara da Justiça Federal de Bauru, e foram julgadas improcedentes em 2015 – tanto o INCRA como o ex-proprietário tiveram seus pedidos negados.

No caso de Cassaro, o juiz entendeu que ele não conseguiu provar que sua fazenda era produtiva.

Na ação do INCRA, o órgão chegou a obter uma decisão liminar (provisória) que garantia a “imissão de posse” – passando para a posse da autarquia a fazenda em disputa. Foi a partir dessa liminar que o INCRA deu continuidade à instalação do assentamento. 

Na decisão final, o juiz julgou improcedente a desapropriação, com base em dois argumentos: o laudo do engenheiro que apontava o solo da fazenda como de baixa qualidade e que por isso não seria viável a instalação do assentamento; e que, devido à falta de licença ambiental da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), o assentamento colocaria em risco a Estação Ecológica dos Caetetos, reserva de Mata Atlântica localizada nos municípios de Gália e Alvinlândia, próxima à área do assentamento Luiz Beltrame.

Depois de bastante tempo morando em barraca, Neuza de Jesus conseguiu construir um cômodo para ela e sua família (Foto: Tauan Mateus)

Segundo o que informou Nilcio Costa, advogado do MST, os procuradores do INCRA perderam o prazo para o recurso na Vara da Justiça Federal de Bauru e na segunda instância, no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3). Os recursos do INCRA no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Supremo Tribunal Federal (STF) foram negados. 

Em maio de 2019 ocorreu o trânsito em julgado da ação (quando o processo se encerra e não cabem mais recursos), anulando a desapropriação da Fazenda Santa Fé, beneficiando o interesse de Ivan Cassaro.

A partir daí Cassaro iniciou a execução da sentença na 3ª Vara da Justiça Federal de Bauru – processo para retomar a posse da fazenda.

Nesse processo, em fevereiro de 2019 – após decisão do STJ e antes da decisão final do STF – a juíza substituta Maria Catarina de Souza Martins Fazzio decidiu pela desocupação das famílias do Assentamento Luiz Beltrame, num prazo de 60 dias, com possibilidade de uso de força policial em caso de descumprimento da determinação.

120 dias para desocupação

Para tentar derrubar essa decisão, o INCRA entrou com uma ação chamada “agravo de instrumento” no Tribunal Regional Federal. Após uma tentativa de conciliação sem sucesso entre proprietário e assentados, o desembargador Helio Egydio de Matos Nogueira suspendeu a reintegração no começo de maio de 2019 até que se julgasse o mérito da ação.

Na ocasião, o Ministério Público Federal entendeu ser necessário um plano para a retirada das 17 famílias de suas casas, “onde já moram há sete anos e produzem seu sustento”, pedindo um prazo maior do que 60 dias para a remoção. 

José Roberto Martineli planta mais de 500 pés de maracujá em seu pedaço de terra (Foto: Tauan Mateus)

Em abril de 2020 ocorreu o julgamento do agravo pela 1ª Turma do TRF-3, composta por três desembargadores. Em sessão realizada na sede do tribunal, um prédio espelhado na avenida Paulista, em São Paulo, eles decidiram, por unanimidade, manter o despejo das famílias e conceder um prazo de 120 dias para a desocupação.

Outra tentativa do INCRA em reverter a sentença que desfez a desapropriação ocorreu no início de abril, por meio de uma “ação rescisória”. Nela, o desembargador relator Wilson Zauhy Filho, em maio de 2020, negou o pedido do INCRA e confirmou a decisão de seus colegas pela remoção das famílias em até 120 dias. 

Sem querer mudar o andamento do processo, o desembargador chega a argumentar não ser “insensível à comoção gerada pela execução do julgado” e entender “os reclamos sociais envolvidos no caso concreto”. Ele embasou sua decisão argumentando pela questão ambiental, citando um parecer técnico do vice-presidente da CETESB que considera a área como um empreendimento de grande impacto devido ao parcelamento do solo e por ser próximo a reserva do Caetetos. 

Essa ação ainda será julgada pela 1ª Seção do TRF-3, formada pelas 1ª e 2ª Turmas do tribunal.

Recursos

Se vendo no perigo de serem despejados, 28 assentados entraram por conta própria com “embargos de terceiros” na ação que determinou a remoção das famílias, que tramita na 3ª Vara Federal de Bauru. Trata-se de um instrumento jurídico que permite o acesso ao processo por pessoas que não faziam parte dele.

O INCRA foi admitido nos embargos como assistente dos assentados e foi convocado a se manifestar sobre a situação. Para isso, providenciou uma vistoria no assentamento, feita em abril de 2019. Na inspeção se observou que “cada um dos assentados tornou a terra produtiva, tanto que suficiente para a subsistência das famílias, e ainda gerando excedente suscetível de comercialização”.

Curso de Agrofloresta com ênfase em horticultura realizado no Assentamento Luiz Beltrame (Foto: Ângelo Diogo Mazin)

De acordo com o advogado Nilcio Costa, a manifestação do INCRA foi muito boa, “com bastante elementos e boa fundamentação jurídica”. 

O INCRA afirma que não existem lotes vagos para realocar as famílias no caso do despejo, e é favorável ao pedido dos assentados para que a Justiça conceda a posse das terras do Luiz Beltrame para as famílias.

Os embargos ainda não foram julgados pela Justiça Federal em Bauru.

“O risco de reintegração para nós é um problema muito grave”, define Márcio José. “Já vão para oito anos que as famílias estão assentadas formalmente, foram selecionadas através dos critérios minuciosos do INCRA, foram homologadas, foi gerado o SIPRA (Sistema de Informações de Projetos de Reforma Agrária), que é uma espécie de CPF de cada assentado. Então as famílias não estão irregulares, elas estão legalmente assentadas”.

Quem quer a terra?

Jorge Ivan Cassaro é um empresário e industrial da cidade de Jaú. Ele é dono da Mundial Paper Embalagens, empresa do ramo gráfico localizada na mesma cidade.

Jorge Ivan Cassaro tem um patrimônio milionário (Foto: Reprodução/Tribunal Superior Eleitoral)

Ele foi candidato a deputado federal em 2014 e a prefeito de Jaú em 2016, pelo PEN. Até o ano passado integrava o PSL, quando deixou o partido que elegeu o presidente Bolsonaro para se filiar ao PSD.

Nas eleições de 2016, Cassaro teve sua candidatura impugnada por abuso de poder econômico. 

Na época ele declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de mais de R$ 20 milhões em bens: 10 terrenos em Jaú, 2 sítios, 3 fazendas (incluindo a Fazenda Santa Fé, alvo da disputa judicial), aplicações financeiras, empresas, participação na propriedade de imóveis e uma casa.

Acredita no nosso trabalho?         
Precisamos do seu apoio para seguir firme.    
Contribua  a partir de 10 reais por mês. 

Comments

  1. I actually wanted to send a brief comment to be able to thank you for the splendid tips and tricks you are giving on this site. My extensive internet search has now been honored with excellent ideas to write about with my pals. I would suppose that most of us readers are quite endowed to be in a fine community with so many awesome individuals with useful solutions. I feel very much grateful to have seen your entire site and look forward to so many more excellent minutes reading here. Thanks once more for everything.

  2. I intended to compose you a little bit of word so as to say thanks a lot yet again for these amazing opinions you’ve shared in this article. It has been quite shockingly generous of people like you to allow extensively precisely what many people could have distributed as an electronic book to help make some bucks for their own end, principally seeing that you might well have done it if you considered necessary. The suggestions in addition worked to be the good way to realize that other people online have the identical interest the same as my own to know great deal more on the topic of this condition. I believe there are lots of more enjoyable opportunities in the future for folks who go through your website.

  3. I actually wanted to construct a small comment to express gratitude to you for all of the fantastic hints you are placing on this site. My time-consuming internet lookup has finally been rewarded with good quality ideas to talk about with my company. I would mention that many of us visitors actually are undeniably endowed to dwell in a decent site with very many perfect professionals with useful opinions. I feel somewhat blessed to have discovered your entire weblog and look forward to many more enjoyable moments reading here. Thank you once more for all the details.

  4. I simply wanted to thank you very much all over again. I do not know the things that I would have worked on in the absence of the type of ways contributed by you over my question. It had been a very terrifying situation for me, nevertheless spending time with your expert tactic you handled it made me to weep with gladness. I’m just grateful for this guidance and expect you comprehend what a great job your are getting into educating people using your blog. I know that you have never got to know any of us.

  5. I intended to compose you that little bit of note to thank you very much yet again with your stunning tips you have shown on this page. It has been quite incredibly generous of people like you to allow unreservedly exactly what a lot of folks might have supplied as an electronic book to earn some dough for themselves, chiefly considering the fact that you could possibly have tried it in case you desired. These guidelines in addition worked to be a easy way to know that many people have similar eagerness the same as my personal own to know whole lot more related to this condition. I think there are a lot more pleasurable opportunities up front for individuals that scan your website.

  6. Thanks for your whole work on this blog. Ellie really loves working on investigation and it’s easy to understand why. Most of us learn all of the compelling tactic you convey insightful guidelines by means of this blog and even cause participation from some other people on the theme plus our own simple princess is always becoming educated a great deal. Take pleasure in the rest of the new year. You have been doing a superb job.

  7. My husband and i felt really comfortable that John managed to do his preliminary research from your ideas he made from your web pages. It is now and again perplexing just to always be offering points which usually some people could have been selling. Therefore we recognize we have the blog owner to thank for that. The type of explanations you have made, the easy web site navigation, the relationships your site make it easier to foster – it’s got everything extraordinary, and it is letting our son and us understand the subject is thrilling, which is certainly especially vital. Thanks for all!

  8. Thanks a lot for providing individuals with an extremely special opportunity to check tips from this site. It can be so brilliant plus stuffed with a great time for me personally and my office fellow workers to search your site really three times every week to learn the latest stuff you will have. And of course, I’m so always happy concerning the fantastic ideas you give. Certain 1 facts in this article are absolutely the most impressive we have ever had.

  9. I must point out my affection for your generosity for those individuals that must have assistance with that topic. Your personal dedication to passing the message up and down was astonishingly informative and have continuously empowered ladies much like me to reach their desired goals. Your entire useful instruction implies much to me and even more to my office colleagues. Many thanks; from everyone of us.

  10. I needed to compose you one very little observation to give thanks over again on the exceptional basics you have shared in this case. It has been so open-handed of people like you to give without restraint precisely what many individuals would’ve sold as an e book to make some profit for themselves, mostly considering that you could have tried it if you ever decided. Those inspiring ideas additionally served as a good way to comprehend the rest have the same desire much like mine to know the truth a great deal more concerning this matter. I’m certain there are thousands of more enjoyable opportunities up front for individuals that read carefully your blog post.

  11. I wanted to write you the little bit of word to be able to thank you so much yet again on the stunning thoughts you’ve contributed at this time. It is so shockingly open-handed of you to allow extensively just what a lot of people would have marketed for an ebook to end up making some profit on their own, and in particular seeing that you might well have done it if you desired. These things in addition worked to become a easy way to realize that other people have the same dream like my own to find out a whole lot more with regards to this matter. I’m certain there are lots of more pleasant situations in the future for those who check out your blog.

  12. I and my buddies were actually looking through the excellent things from your web page and then instantly I had a terrible suspicion I had not thanked the web site owner for those strategies. The ladies had been totally thrilled to learn all of them and now have simply been taking advantage of them. Thank you for actually being quite considerate and for choosing some quality tips most people are really needing to be aware of. My sincere apologies for not expressing appreciation to you sooner.

  13. I precisely wanted to thank you very much once more. I am not sure what I would’ve achieved without the strategies provided by you over such question. It had been a real challenging problem in my position, nevertheless discovering a expert mode you resolved the issue took me to weep with happiness. I will be grateful for the assistance and thus hope that you really know what a great job you have been putting in instructing the mediocre ones via your blog. I am sure you haven’t got to know any of us.

  14. My spouse and i were absolutely comfortable when Louis could do his reports through the precious recommendations he received when using the web pages. It’s not at all simplistic to simply always be giving freely procedures which often people might have been making money from. So we take into account we now have the website owner to give thanks to for that. All the illustrations you’ve made, the simple web site navigation, the friendships you will make it easier to foster – it’s got mostly impressive, and it’s helping our son in addition to us reckon that this content is enjoyable, and that is incredibly serious. Thanks for the whole lot!

  15. Needed to draft you a bit of remark to finally give many thanks again with your spectacular tips you’ve contributed here. It is so strangely open-handed of you to give easily what a few individuals would have marketed as an ebook to generate some bucks on their own, most notably given that you could have done it in case you decided. These solutions as well served as the fantastic way to understand that the rest have the identical dream just like my very own to find out somewhat more in terms of this problem. I am sure there are thousands of more pleasant instances ahead for those who see your website.

  16. I really wanted to develop a small remark to express gratitude to you for the unique points you are posting here. My time-consuming internet investigation has finally been rewarded with professional suggestions to go over with my best friends. I would admit that most of us readers actually are unequivocally lucky to live in a fine network with many wonderful people with helpful advice. I feel quite privileged to have encountered your entire website and look forward to really more exciting times reading here. Thank you again for all the details.

  17. Thanks for all your hard work on this web site. Gloria really loves working on internet research and it is obvious why. Most people know all regarding the dynamic mode you create important items on the website and as well invigorate participation from visitors on the subject matter then my girl is now being taught a lot. Enjoy the remaining portion of the new year. You are always conducting a terrific job.

  18. I want to convey my love for your kind-heartedness for folks who need guidance on the issue. Your very own commitment to getting the message all through became incredibly beneficial and has regularly empowered folks much like me to get to their objectives. This important guideline can mean a great deal a person like me and additionally to my office workers. Best wishes; from all of us.

  19. I needed to send you the tiny remark in order to thank you yet again on your unique views you’ve contributed on this page. It was remarkably generous with people like you to provide publicly all that a number of people could have supplied for an electronic book to earn some dough on their own, specifically considering that you could possibly have done it if you ever wanted. The smart ideas likewise worked like the easy way to understand that most people have similar fervor similar to my own to find out much more with regards to this condition. I am certain there are a lot more enjoyable moments ahead for people who look into your blog post.

  20. I just wanted to write a small remark to be able to express gratitude to you for the pleasant solutions you are placing here. My time intensive internet research has at the end of the day been recognized with reputable facts and techniques to share with my companions. I ‘d express that most of us website visitors actually are definitely endowed to live in a decent network with many lovely people with very beneficial methods. I feel really privileged to have discovered your entire weblog and look forward to plenty of more amazing minutes reading here. Thank you once more for all the details.

  21. I simply had to appreciate you again. I do not know the things that I would’ve taken care of in the absence of the actual recommendations discussed by you concerning my topic. Certainly was a real troublesome matter in my view, nevertheless noticing your specialised manner you treated that forced me to cry for contentment. Now i am thankful for this work and thus pray you comprehend what a powerful job you were doing educating people today with the aid of your blog post. More than likely you haven’t come across all of us.

  22. My husband and i ended up being really comfortable that Peter could deal with his web research through the ideas he discovered out of your blog. It’s not at all simplistic to just be offering secrets that many most people might have been making money from. So we grasp we’ve got the blog owner to thank for that. The explanations you have made, the straightforward website navigation, the friendships you will help instill – it is many extraordinary, and it is assisting our son and us know that that matter is cool, which is unbelievably mandatory. Thanks for everything!

  23. I in addition to my friends appeared to be checking the nice ideas on the website while at once came up with an awful feeling I never thanked the web blog owner for those tips. All the people were totally passionate to learn them and have now pretty much been taking advantage of those things. Appreciate your actually being considerably accommodating and also for settling on these kinds of superb guides most people are really desperate to be informed on. Our honest regret for not expressing gratitude to earlier.

  24. Completando o comentário acima, que sem querer liberei sem identificação:
    Ao Jornal Dois Parabéns por trazer esta matéria. Efetivamente este não é o Brasil que queremos. Um despejo de Famílias já assentadas em plena pandemia, momento de preservar Vidas…Que as autoridades competentes tenham a sensibilidade necessária para rever este processo…de um Assentamento que produz alimentos de ótima qualidade e que sabem cuidar da terra e nela produzir para seu sustento e abastecer muito bem a mesa de diversas outras famílias.

  25. Ao Jornal Dois Parabéns por trazer esta matéria. Efetivamente este não é o Brasil que queremos. Um despejo de Famílias já assentadas em plena pandemia, momento de preservar Vidas…Que as autoridades competentes tenham a sensibilidade necessária para rever este processo…de um Assentamento que produz alimentos de ótima qualidade e que sabem cuidar da terra e nela produzir para seu sustento e abastecer muito bem a mesa de diversas outras famílias.

  26. É muita sacanagem, viu!? Trocar famílias que produzem ALIMENTO ORGANICO por um empresário riquinho, que só quer o espaço para crescimento próprio e nenhum benefício a terra!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.