“Deus nos dará sabedoria”, diz Suéllen Rosim eleita primeira prefeita de Bauru

Prometendo “fazer o que já tem funcionar”, a candidata do Patriota levou a eleição no segundo turno contra Raul Gonçalves (DEM) com 55,98% dos votos válidos

Publicado em 29 de novembro de 2020

Após a divulgação dos resultados, a prefeita eleita fez uma transmissão ao vivo em sua página do Facebook para comemorar e agradecer eleitores (Imagem: Reprodução)
Por Bibiana Garrido

A jornalista Suéllen Rosim (Patriota) foi eleita a primeira mulher prefeita de Bauru com 89.725  votos, o que representa 55,98% dos votos válidos. Na disputa, o oftalmologista e candidato Raul Gonçalves (DEM) teve 44,02%, levando o voto de 70.558 eleitores. 

Somados, brancos, nulos e abstenções representam 110.280 bauruenses que preferiram ou não puderam votar no segundo turno das Eleições 2020 neste domingo (29). No primeiro turno, dia 15 de novembro, esse número foi de 108.274.

O segundo turno apresentou campanha acirrada entre os dois candidatos, que trocaram fagulhas nos últimos debates eleitorais. 

Enquanto a estratégia de Raul apostava na experiência administrativa e na vida pública como vereador, Suéllen defendia “fazer o que já tem funcionar”. 

Lembrando a carreira de jornalista na cidade, a então candidata do Patriota afirmou que iria continuar representando a população, dessa vez, na política. Entre suas frases mais pronunciadas estão: “hoje, nós não temos o básico”, “falta o básico”, “vamos fazer o básico, “rever o que precisa ser revisto”, “fazer o que precisa ser feito”, “vamos arrumar a casa”, “com muito diálogo”, “ninguém fica para trás”. 

Na reta final da campanha, um vídeo divulgado com o candidato Raul falando em “tirar a ração” de uma eleitora foi citado por Suéllen para criticar o trato com as mulheres. O oftalmologista comentou que o vídeo tratava-se de “uma brincadeira” com amigos. “Brincadeira assim não se faz, candidato”, respondeu Suéllen em debate na sexta-feira.

De agosto a novembro os dois candidatos juntos gastaram mais de R$136 mil reais em publicidade nas mídias sociais Facebook e Instagram. Nessas plataformas, Suéllen desembolsou 69,3 mil reais e Raul, 67,2 mil reais. 

O total de recursos de Suéllen na campanha foi de R$ 622,5 mil, com cerca R$615 mil repassados pelo Patriota. Raul recebeu R$582 mil, sendo R$520 mil vindos do Democratas.

“Nós sabemos os desafios que temos pela frente, arregaçamos as mangas a partir de agora”, diz a prefeita em pronunciamento ao vivo após a divulgação do resultado. “Deus nos dará sabedoria para fazer as escolhas certas”, conclui ela, chorando.

Entre as propostas de Suéllen para a Prefeitura de Bauru está o enxugamento de gastos com a junção e/ou extinção de secretarias, sem mencionar até o momento quais seriam as pastas. Com o médico Orlando Costa Dias de vice, a chapa “Por uma Bauru ideal”  tem os pilares da privatização e da zeladoria do município. 

Nas oito páginas do documento os termos “desburocratização” e “revitalização” estão presentes. Por meio de parcerias público privadas (PPPs) e da reforma da Av. Rodrigues Alves, a prefeita afirma que dará nova vida à área central do município.

Saiba mais sobre as propostas e o plano de governo da primeira prefeita de Bauru nesta reportagem do Jornal Dois.

Acredita no nosso trabalho?         
Precisamos do seu apoio para seguir firme.    
Contribua  a partir de 10 reais por mês. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.