Cerca de 400 pessoas marcham contra o governo Bolsonaro no Centro de Bauru 

Manifestação no Dia da Independência se deslocou pela avenida Rodrigues Alves e pela rua Primeiro de Agosto; hostilizações por apoiadores do governo foram registradas, e resultou em dois manifestantes pró-Bolsonaro detidos

Publicado em 7 de setembro de 2021

Independentes marcharam ao lado de partidos, sindicatos e movimentos sociais (Foto: Sarah Vitória/Jornal Dois)
Por Camila Araujo
Manifestantes fizeram um ato contra Jair Bolsonaro em frente à Câmara Municipal de Bauru na manhã desta terça-feira, 7 de setembro, em que se comemora o Dia da Independência do Brasil. A manifestação se deslocou pela avenida Rodrigues Alves e pela rua Primeiro de Agosto, chegando à frente do prédio da antiga Estação Ferroviária, onde ocorreu o retorno até o ponto de partida.
 
Partidos, sindicatos e organizações sociais estiveram presentes ao lado de independentes. Juntos, somaram cerca de 400 pessoas. O ato contou com a presença de uma Comissão de Saúde e Segurança, que distribuiu álcool para os presentes.
 
Durante o protesto, dois manifestantes pró-Bolsonaro foram detidos depois de xingarem os presentes no protesto de oposição. Eles foram levados para a delegacia, onde foram ouvidos como vítimas, por terem supostamente sido agredidos por manifestantes, e liberados após prestarem depoimento. Outras hostilizações ao protesto de esquerda também foram registradas.
No Parque Vitória Régia, um outro ato, em apoio ao presidente, foi registrado. Com início às 9h30, os manifestantes empunharam cartazes com os dizeres “Fora STF”, “saneamento das instituições”, “voto auditável com contagem pública”, “intervenção cívico-militar para restaurar os poderes”.
 
Eles também vestiam roupas com as cores verde e amarelo, e alguns empunhavam bandeiras do Brasil, que estavam sendo vendidas no local. Fazia sol, o que provocou uma aglomeração embaixo de árvores do parque. Uma parte dos presentes não usava máscaras.
 
De acordo com Rafael Valentim, empresário e integrante do Unidos Pelo Brasil, grupo que organizou o ato, as principais reivindicações são pelo impeachment dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, e pelo voto impresso.
 
O vereador Pastor Bira (PODE) compareceu ao protesto e fez uma fala em cima de um caminhão de som, que estampava uma foto de Capitão Augusto, deputado federal (PL), ao lado de Dani Alonso, ex-candidata a deputada estadual pelo PR e filha do prefeito de Marília Daniel Alonso (PSDB).
 
Foi também Capitão Augusto quem enviou um ofício à Polícia Militar informando que o ato em apoio a Bolsonaro seria organizado no parque. Ele não participou do ato em Bauru, e falou aos manifestantes por meio do celular. Gilberto Barros, o apresentador Leão, também enviou mensagem via celular.
 
Já a prefeita Suéllen Rosim (PATRIOTA) foi para São Paulo para participar do ato organizado na Avenida Paulista, no qual Bolsonaro também participou. Nas redes sociais, ela publicou: “Pelo Brasil, por Bauru”.

Arraste para os lados para ver todas as fotos, que foram registradas por Camila Araujo e Sarah Vitória do Jornal Dois. 

Acredita no nosso trabalho?         
Precisamos do seu apoio para seguir firme.    
Contribua  a partir de 10 reais por mês. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.