Apresentação “Espaços Inventados” no ano passado (Foto: Divulgação)

Talita Neves, divulgação para o JORNAL DOIS


Em sua sétima edição, o Festival de Teatro Independente de Bauru (FestinBau) é realizado por meio de financiamento coletivo e parcerias. Além mostra de cenas curtas de teatro, a programação deste ano conta com oficinas, rodas de conversa, evento musical e uma imersão artística.

A abertura fica por conta do Coletivo da Casa, que apresenta o experimento cênico “Entre espaços inventados”, processo criativo que recebeu orientação do Programa de Qualificação em Artes (Ademar Guerra) ao longo deste ano. As atividades serão realizadas na Casa de Cultura Celina Neves, Casa do Circo e Espaço Criasom.

O FestinBau recebe profissionais para somar novos olhares às atividades culturais. De Curitiba, Ana Cristina Fabrício, Isadora Terra e Paulo Rosa chegam para conduzir vivências, oficinas, e contribuir nos debates das cenas curtas. Felipe Custódio, de Rio Claro e Guilherme Milanez, de Piracicaba, ficam responsáveis pela oficina de criação de elementos cênicos. Pedro Furtado (São Paulo) é um dos provocadores da Mostra de Cenas Curtas.

De bauru, Malu Nejm de Carvalho, Thais Lemos, Vitória Cação e Carolina Bataier propõem oficinas. E os músicos Genaro Magri, Sinuhe LP, Lizzie Ferrer, Isa Vizoni, Pedro Dias e Arthur Serrano compõem a noite musical que encerra o Festival.

Antes organizado com apoio da Lei de Estímulo à Cultura, o evento busca formas de monetizar a participação e remunerar os artistas na nova edição (Foto: Divulgação)

Neste ano, o FestinBau propõe o sistema “pague quanto vale”. Isso porque a organização não conta com o apoio cultural recebido em 2017, da Lei de Estímulo à Cultura. As atividades são oferecidas ao público livremente, e a contribuição é espontânea. Essa alternativa permite que quem não puder pagar, pode participar mesmo assim. Confira o que vai rolar:

14 de novembro

21h00 — Casa de Cultura Celina Neves

Experimento cênico “Entre espaços coletivos” — Coletivo da Casa

Sinopse:Isso, mais ou menos, sou eu. (Ou desculpa, isso é o que eu consigo ser. Também estou me acostumando com essa ideia). Há muita inquietação por baixo dessas águas cotidianas. O rio corre junto com o tempo. Mas eu prefiro não pensar sobre isso. Parar para pensar sobre isso me angustia. É hora de tirar os disfarces e reavaliar-me. Quem sou eu? O que estou fazendo enquanto o fluxo do tempo e da vida me atropela? É chegado o momento de respirar fundo e mergulhar por entre tantos espaços inventados.

Duração — 120 minutos

Capacidade de público — 20 pessoas

Recomendação etária — 14 anos

Reserva antecipada no e-mail: nosdocoletivodacasa@gmail.com

15 de novembro

09h30 às 18h30 — Casa do Circo

Imersão Artística

09h30–11h00 | “Yoga, Teatro… Procurando pausas”

Ministrante: Malu Nejm de Carvalho

11h00–12h30 | “Poéticas teatrais”

Ministrante: Ana Fabrício

12h30–14h00 | Almoço coletivo

14h00–16h00 | Criação de elementos cênicos (cenário e figurino)

Ministrantes: Felipe Custódio e Guilherme Milanez

16h00–18h30 | “Poéticas teatrais”

Ministrante: Isadora Terra

Encaminhar carta de interesse para o e-mail: festinbau@gmail.com

16h00 às 18h00 — Casa de Cultura Celina Neves

2ª Oficina para Letristas: “Aspectos da letra”

Ministrante: Vitória Cação 
Custo: contribuição espontânea

Vagas: 15

Sobre a oficina: A 2ª Oficina para letristas “Aspectos da letra” traz pontos de análise e métrica para o autor potencializar a percepção e recepção de suas músicas a partir da letra. Com capacidade para até 15 pessoas, tem duração de duas horas distribuídas entre discussão dos objetivos da oficina, resumo da primeira edição, composição coletiva para análise, apresentação e aplicação prática do conteúdo e pesquisa de encerramento, dando aos participantes a visão das numerosas possibilidades a partir do estudo, incentivando-o. A oficina visa a aflorar a sensibilidade instintiva relacionada à percepção das palavras na música, orientando o letrista no aperfeiçoamento de sua escrita por meio dos aspectos da letra.

16 de novembro

Casa de Cultura Celina Neves

18h00 às 19h30 — Oficina de Hortas para pequenos espaços

Ministrante: Thais Lemos
Custo: contribuição espontânea

Sobre a oficina: A oficina abordará o cultivo de hortaliças em pequenos espaços, a importância da alimentação saudável, questões sobre o que é adubo e pra que serve, a montagem de hortinha em vasos e cuidados e manutenção.

20h00 — Roda de conversa “Protagonismo feminino e ações de resistência: criação de micropolíticas e estratégias de existência”

Participantes: Ana Lídia Aquino, Carolina Bataier, Greice Luiz e Thais Lemos

17 de novembro

09h00 às 13h00 — Casa de Cultura Celina Neves

Oficina Iniciação ao VideoMapping

Ministrante: Paulo Rosa 
Custo: contribuição espontânea

Sobre a oficina: A oficina de iniciação ao VideoMapping apresentará ferramentas e recursos que permitem a criação em uma das mais novas linguagens da arte contemporânea — as projeções mapeadas — abrangendo também suas possibilidades de aplicação como instrumento de expressão artística.

17 de novembro

15h às 16h30 — Casa de Cultura Celina Neves

Oficina de Escrita Afetiva

Ministrante: Carolina Bataier
Custo: contribuição espontânea

Vagas: 12

Sobre a oficina: Como usar os detalhes cotidianos para criar? Nesta oficina, vamos olhar para a rotina e compreender o que ela nos oferece de inspirador para nossos textos. A escrita afetiva busca aproximar escritor e leitor por meio daquilo que é comum a todos nós: os pequenos detalhes que tecem o dia a dia. A oficina é destinada a novos escritores, pessoas que desejam entrar no mundo da escrita e gente que se sente enferrujada pela dureza dos dias.

19h00 — Casa do Circo

Mostra de Cenas Curtas

Mestre sem cerimônias: João Folcato

Provocadores: Ana Fabrício, Isadora Terra e Pedro Furtado

Custo: contribuição espontânea

18 de novembro

09h00 às 13h00 — Casa de Cultura Celina Neves

Oficina Iniciação ao VideoMapping

14h00 às 17h00 — Casa de Cultura Celina Neves

Debate sobre as cenas apresentadas na Mostra

18h00 — Espaço Criasom

Diálogos musicais

Artistas: Arthur Serrano e Pedro Dias; Genaro Magri; Lizze & Isa, do Projeto União e Música; e Sinuhe LP.

Custo: contribuição espontânea


Ficha Técnica do FestinBau

Coordenação geral e produção: Talita Neves

Assistente de produção: Aline Prado, Ana Paula Mereu e Hellen Frezatti

Coordenação técnica: Thiago Neves

Informações

(14) 99168-0566 | festinbau@gmail.com | www.facebook.com/festinbau

Apoio: Casa do Circo, Espaço Criasom, Baby Bufallo Churrascaria, Tayu Restaurante, WOKI Sushi e Ville Lounge

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.