Balaio das Gatas é amanhã: samba, jazz, mpb e artes plásticas

Dona Pingueta Clube do Vinil Bar recebe atração multivariada nesta terça-feira

Publicado em 21 de outubro de 2019

Da esquerda pra direita: Henrique Perazzi, Silvia Souto, Maria Emilia Lomba, Mariza Basso, Tatiana Calmon e Alexandra Ayello (Foto: Bibiana Garrido/Jornal Dois)
Divulgação

A Associação de Teatro de Bauru e Região (ATB) apresenta nesta terça-feira (22) o 6º Balaio de Gato – ou melhor, Balaio das Gatas.

O rolê começa a partir das 19h, no Dona Pingueta Clube do Vinil Bar (rua Constituição, 7-05, Higienópolis).

Nesta edição a homenagem é para as mulheres criativas da cidade com Roda de Samba do “Canto das Minas”, MPB e Jazz na voz de Simone Scaglione, composições de Cátia Machado e Instalação “Gaiola d’As Gatas”, da artista plástica Lu Bernandes. O apoio masculino será de Henrique Perazzi de Aquino, que levará sua exposição Lado B – dessa vez só de mulheres. Também participa o músico Nel Marques, que fará o acompanhamento instrumental das cantoras e também apresentará algumas músicas autorais de seu disco “Santa Sina” .

“O Canto das Minas” surgiu em 2018, formado por Criz Souto, Tati Calmon e Mila Lomba. As três interpretam músicas brasileiras com maior ênfase a sambas clássicos. Elas já tinham inclinação musical com projetos solos e a ideia surgiu de conversas sobre um grupo musical de mulheres.

O nome é para reforçar a proposta: Mulher pode fazer música em qualquer canto. Canto vem do verbo cantar e também de espaço físico.

Simone Scaglione atua na noite bauruense desde a década de 90, com repertório bastante eclético: clássicos do rock, blues, clássicos do jaz, bossa nova, MPB e samba raiz, entre seus trabalhos destaca-se o show “Das dores do coração ao sorriso da alma”, produzido e dirigido pelo maestro George Vidal, com a participação de Paulo Vilaça.

Com a Banda 4in Jazz, Simone Scaglione interpretou clássicos do Blues, Jazz e Bossa em shows no SESC, casas noturnas e Teatro Municipal de Bauru, com repertório de Ella Fitzgerald, Frank Sinatra, Billie Holliday, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, João Gilberto e tantos outros grandes nomes da música popular brasileira e americana.

Cátia Machado apresentará músicas autorais do seu Disco “Agora Sim”, lançado recentemente no Teatro Municipal de Bauru com direção de Josiel Rusmont.

As canções de Cátia trazem letras fortes ligadas aos ritmos brasileiros, trazem histórias contadas com alguns propósitos principais, entre tantos possíveis. Despertar coragem para que, através da arte as pessoas se sintam livres em suas expressões, para que experimentem o poder de serem exatamente quem são, sendo acolhidas em suas verdades, afinal todos temos sonhos e todos podemos torná-los realidade.

A Instalação Gaiola D’As Gatas, da artista plástica Lu Bernardes, propõe uma reflexão sobre o universo feminino, a vaidade imposta pela sociedade, a teimosia indolente de lutar por sobrevivência colocando nosso instinto para ir além do caos.

As Mulheres Lado B, de Henrique Perazzi de Aquino é uma exposição de fotos das pessoas nas ruas e nos seus momentos mais inusitados, dentro do dia-a-dia, envolvidos com suas questões, querências e atividades.

Nenhuma delas registra os figurões da cidade, os ditos importantes, “forças vivas” de Bauru e
sim, as pessoas simples, comuns e as que estão pela aí, nas ruas, bares, esquinas, pontos de ônibus, circulando por todos os lugares. Nada diferente de todos nós, os realmente movendo a cidade.

Com esse olhar, a intenção é a de focar sua lente em cima dos pouco observados, daqueles que podem até passar batidos, mas na verdade, são a locomotiva, o motor principal a mover a
cidade. A exposição faz sucesso exatamente por isso, por retratar gente como a gente.

A exposição que já foi realizada anteriormente em outros bares da cidade ganha uma nova abordagem agora somente com mulheres. Serão aproximadamente 50 fotos, todas fixadas em caixas de madeira e expostas numa montagem em forma de estante, uma sobre a outra, todas formando um imenso painel.

As pessoas vão reconhecendo pelas fotos gente conhecida e num outro momento surge o questionamento: por que também não faço parte dessa exposição? Sim, todos e todas fazem não só parte desse painel, como são o próprio.

Agora, valorizando as mulheres, num momento onde a violência as agride com um afinco de maior intensidade que a masculina, a perspectiva de realçar não só a beleza, mas a garra, disposição, perseverança, persistência e altruísmo de todas elas em busca de seus objetivos.

Pelas fotos esse algo a mais é ressaltado e colocado à prova, diante do olhar de quem irá
visitar mais essa experiência feita nas ruas bauruenses.

Serviço

6º BALAIO DE GATO – COM BALAIO DAS GATAS
22/10 – A partir das 19h
Dona Pingueta Clube do Vinil Bar
Rua Constituição, 7-05, Higienópolis
Entrada: R$10,00 em Prol da ATB (Associação de Teatro de Bauru e Região) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.